03
Abr 09

As fases da Coincineração

 

publicado por ana às 17:18

 

Saber utilizar a via pública como ciclista

 

 Resolve o teste.

. Melhora o teu comportamento na via pública como ciclista.

Até os bonecos usam cinto de segurança.

Até os super heróis usam cinto de segurança.

 

publicado por ana às 17:08

Natação

 Ver no tamanho original...

 

Futebol

Ver no tamanho original...

 

Atletismo

Ver no tamanho original...

Basquetebol

Ver no tamanho original...

 

Voleibol

Ver no tamanho original...

 

Andebol

Ver no tamanho original...

 

Ténis

Ver no tamanho original...

 

publicado por ana às 16:52
tags:

Violência doméstica

Violência Doméstica

 

 

 

Causas e Motivos

 
A violência doméstica conjugal é causada pela escolha de um parceiro em agir de forma agressiva em relação ao outro.
Os motivos da violência doméstica não são necessariamente magoar o parceiro, mas sim em manter o poder e controle sobre a vitima.
Em muitos dos casos, a violência doméstica está associada ao consumo de
álcool, pois a bebida torna a pessoa, mais agressiva. Nesses casos o agressor pode apresentar inclusive um comportamento absolutamente normal e até mesmo amável enquanto sóbrio, o que por vezes dificulta a decisão do parceiro em denunciá-lo.

 

O que é?

 

Este tipo de violência e normalmente praticada dentro de casa, usualmente entre parentes. E inclui diversas práticas, como a violência e o abuso sexual contra a crianças, a violência contra a mulher, os maus-tratos contra idosos, e a violência sexual contra o parceiro.

Estatisticamente a violência contra a mulher é muito maior do que a contra o homem. Em geral os homens que batem nas mulheres o fazem entre quatro paredes, para que não sejam vistos por parentes, amigos, familiares e colegas do trabalho. A maioria dos casos de violência doméstica são classes financeiras mais baixas, a classe média e a classe alta também tem alguns casos, mas as mulheres denunciam menos por vergonha e medo de se exporem à sua família.
A violência praticada contra o homem, embora incomum, existe. O agressor é normalmente a própria
mulher, parentes ou amigos. E é praticada enquado agredido dorme.

É mais frequente o uso do termo "violência doméstica" para indicar a violência contra parceiros, especialmente contra a mulher.

 

Os tipos de violência

 

A violência domestica divide-se em 3 tipos:

-A VIOLÊNCIA FISICA:
A violência física consiste basicamente no uso da força com o objectivo de magoar, e deixa ou não marcas evidentes. São comuns murros e chapadas, agressões com diversos objectos e queimaduras por objectos ou líquidos quentes.

Quando as vítimas são homens, normalmente a violência física não é praticada directamente. Tendo em vista a habitual maior força física dos homens, havendo intenções agressivas, esses factos podem ser cometidos por terceiros, como por exemplo, parentes da mulher ou profissionais contratados para isso. Outra modalidade é as agressões em que e apanhado o homem de surpresa, como por exemplo, durante o sono.

-A VIOLÊNCIA PSICÓLOGICA :

A Violência Psicológica ou a Agressão Emocional, às vezes é igual ou mais prejudicial que a física.

É caracterizada pela rejeição, discriminação, humilhação e desrespeito exagerados. Trata-se de uma agressão que não deixa marcas corporais visíveis, mas emocionalmente causa cicatrizes profundas para toda a vida.


-VIOLÊNCIA VERBAL:
A violência verbal está directamente relacionada com a violência psicológica. Alguns agressores verbais dirigem os seus insultos contra outros membros da família, principalmente em momentos em que estes estão na presença de estranhos.

Em consequência da sua menor força física a mulher tende especializar-se na violência verbal mas, de facto, esse tipo de violência não é um direito exclusivo das mulheres.

 

 

publicado por ana às 16:27

 

Riscos de uma (in)segurança alimentar:
Os riscos derivados de uma insegurança alimentar podem ser de ordem:
·         Biológica
·         Química
·         Física
·         Nutricional
 

O quadro que se segue resume os perigos alimentares a que poderemos estar expostos:

 

 

 

publicado por ana às 16:01

A Bulimia é uma doença que consiste em episódios de ingestão compulsiva de alimentos muito calóricos seguidos de atitudes inadequadas que compensam essas calorias ingeridas. A população de risco é, nomeadamente, jovens entre os 15 e os 20 anos do sexo feminino.            

 

As causas desta doença são principalmente:
 

bullet
A angustia e o stress;
 
bullet
Falta de auto-estima;
 
bullet
Ttentativa de neutralizar o sofrimento, causado pela solidão;
 
bullet
Vvalorização do corpo magro como ideal de beleza.
 
 
bullet
A ingestão compulsiva de alimentos muito calóricos;
 
bullet
A prática de grandes jejuns;
 
bullet
O uso de diuréticos e laxantes;
 
bullet
A indução do vómito;
 
bullet
A prática exagerada de exercício físico.
 
bullet
DDepressão;
 
bullet
FFadiga;
 
bullet
IrIrregularidade menstrual, no caso das mulheres;
 
bullet
AArritmia Cardíaca;
 
bullet
PProblemas de esófago e de estômago;
 
bullet
FFragilidade dos dentes e dos ossos (devido à indução do vómito).
 

 

 

  
O tratamento, tal como acontece na anorexia, é a psicoterapia que envolve tanto o paciente como a sua família e especialistas de diversas áreas (psicólogo, nutricionista, gastroentrologista).

 

publicado por ana às 15:58
tags:

TABACO



Instituto Nacional de Cardiologia Preventiva

 

 

publicado por ana às 15:55
tags:

Todo o uso de drogas, licitas ou ilícitas, têm consequências que em alguns casos podem ser insignificantes e negligenciáveis mas que em outros casos assumem proporções bastante graves. Um simples copo de vinho, ou um charro, podem ser o objecto de uma primeira experiência que pela repetição pode ter efeitos graves num futuro mais ou menos distante, ou mesmo durante o período em que se está sob a sua influência.

 

O Efeito das Drogas no Cérebro

Uma apresentação sobre os efeitos do abuso de drogas em algumas regiões do cérebro, neste exemplo cérebro de ratos. Elas interagem com diferentes tipos de neurotransmissores e com uma variedade de receptores em diferentes locais do cérebro.

 

 

 

 clica na imagem

 

 

  • O que é Droga?

  • Porquê dizer "Não" 

     

     

    Tipos de Drogas

     

     

     

     

     

     

    As drogas actuam no cérebro afectando a actividade mental, sendo por essa razão denominadas psicoativas. Basicamente, elas são de três tipos:

    • drogas que diminuem a actividade mental – também chamadas de depressoras. Afectam o cérebro, fazendo com que funcione de forma mais lenta. Essas drogas diminuem a atenção, a concentração, a tensão emocional e a capacidade intelectual. Exemplos: ansiolíticos (tranqüilizantes), álcool, inalantes (cola) , narcóticos (morfina, heroína);
    • drogas que aumentam a actividade mental – são chamadas de estimulantes. Afectam o cérebro, fazendo com que funcione de forma mais acelerada. Exemplos: cafeína, tabaco, anfetamina, cocaína, crack; e
    • drogas que alteram a percepção – são chamadas de substâncias alucinógenas e provocam distúrbios no funcionamento do cérebro, fazendo com que ele passe a trabalhar de forma desordenada, numa espécie de delírio. Exemplos: LSD, ecstasy, maconha e outras substâncias derivadas de plantas.


    As drogas e seus efeitos

    Drogas que diminuem a actividade mental

    Substância

    Origem

    Conhecidas como

    Possíveis efeitos

    Possíveis conseqüências
    Ansiolíticos
    ou tranqüilizantes
    Substâncias sintéticas
    produzidas em laboratório.
    Sedativos, calmantes.

    Valium, Lexotan, Diazepan,Dienpax,
    Librium,Lorax,
    Rohypnol,
    Dalmadorm.

    Alívio da tensão e da ansiedade, relaxamento muscular, sonolência, fala pastosa, descoordenação dos movimentos, falta de ar. Em altas doses podem causar queda da pressão arterial.

    Quando usadas com álcool, aumentam os seus efeitos, podendo levar a estado de coma.

    Em grávidas podem causar mal formação fetal.

    Álcool etílico Obtido a partir de cana-de-açúcar, cereais ou frutas, através de um
    processo de fermentação
    ou destilação.
    Álcool, "birita", "mé", "mel", "pinga", "cerva". Em pequenas doses: desinibição, euforia, perda da capacidade crítica;

    Em doses maiores: sensação de anestesia, sonolência, sedação.

    O uso excessivo pode provocar náuseas, vômitos, tremores, suor abundante, dor de cabeça, tontura, liberação da agressividade, diminuição da atenção, da capacidade de concentração, bem como dos reflexos, o que aumenta o risco de acidentes.

    O uso prolongado pode ocasionar doenças graves como, por exemplo, cirrose no fígado e atrofia (diminuição) cerebral.

    Inalantes ou solventes Substâncias químicas. Cola de sapateiro, esmalte, benzina, lança-perfume, "loló", gasolina, acetona, éter, tíner, aguarrás e tintas. Euforia, sonolência, diminuição da fome, alucinações.

    Tosse, coriza, náuseas e vômitos, dores musculares. Visão dupla, fala enrolada, movimentos desordenados e confusão mental.

    Em altas doses, pode haver queda da pressão arterial, diminuição da respiração e dos batimentos do coração, podendo levar à morte.

    O uso continuado pode causar problemas nos rins e destruição dos neurônios (células do sistema nervoso), podendo levar à atrofia cerebral.

    O uso prolongado está freqüentemente associado a tentativas de suicídio.

    Narcóticos (ópio e seus derivados: heroína, morfina e codeína ) Extraídos da papoula ou produtos sintéticos obtidos em laboratório. Heroína, morfina e codeína (xaropes de tosse, Belacodid, Tylex,

    Elixir paregórico, Algafan

    Elixir paregórico, Algafan).

    Dolantina, Meperidina e Demerol.

    Sonolência, estado de torpor, alívio da dor, sedativo da tosse.

    Sensação de leveza e prazer. Pupilas contraídas.

    Pode haver queda da pressão arterial, diminuição da respiração e dos batimentos do coração, podendo levar à morte.

    Na abstinência (interrupção do uso): bocejos, lacrimejamento, coriza, suor abundante, dores musculares e abdominais. Febre, pupilas dilatadas e pressão arterial alta.

    Drogas que aumentam a actividade mental

    Substância

    Origem

    Conhecidas como

    Possíveis efeitos

    Possíveis conseqüências
    Anfetaminas Substâncias sintéticas obtidas em laboratório. Metanfetamina, "ice", "bolinha", "rebite", "boleta".

    Moderex, Hipofagin,

    Inibex, Desobesi, Reactivan, Pervertin, Preludin..

    Estimulam atividade física e mental, causando inibição do sono e diminuição do cansaço e da fome. <td vAlign="top" width="133" Podem causar taquicardia (aumento dos batimentos do coração), aumento da pressão sangüínea, insônia, ansiedade e agressividade.

    Em doses altas podem aparecer distúrbios psicológicos graves como paranóia (sensação de ser perseguido) e alucinações. Alguns casos evoluem para complicações cardíacas e circulatórias (derrame cerebral e infarto do miocárdio), convulsões e coma.

    O uso prolongado pode levar à destruição de tecido cerebral.

    Cocaína Substância extraída da folha de coca, planta encontrada na América do Sul. "Pó", "brilho", "crack", "merla", pasta-base. Sensação de poder, excitação e euforia. Estimulam a atividade física e mental, causando inibição do sono e diminuição do cansaço e da fome. O usuário vê o mundo mais brilhante, com mais intensidade. Pode causar taquicardia, febre, pupilas dilatadas, suor excessivo e aumento da pressão sangüínea.

    Podem aparecer insônia, ansiedade, paranóia, sensação de medo ou pânico.

    Pode haver irritabilidade e liberação da agressividade.

    Em alguns, casos podem aparecer complicações cardíacas, circulatórias e cerebrais (derrame cerebral e infarto do miocárdio).

    O uso prolongado pode levar à destruição de tecido cerebral.

    Tabaco (nicotina) Extraído da folha do fumo. Cigarro, charuto e fumo. Estimulante, sensação de prazer. Reduz o apetite, podendo levar a estados crônicos de anemia.

    O uso prolongado causa problemas circulatórios, cardíacos e pulmonares.

    O hábito de fumar está freqüentemente associado a câncer de pulmão, bexiga e próstata, entre outros.

    Aumenta o risco de aborto e de parto prematuro. Mulheres que fumam durante a gravidez têm, em geral, filhos com peso abaixo do normal.

    Drogas que produzem distorções da percepção

    Substância

    Origem

    Conhecida como

    Possíveis efeitos

    Possíveis conseqüências
    Maconha
    (tetraidrocanabinol)
    Substância extraída da planta Cannabis sativa. Maconha, haxixe, "baseado", "fininho", "marrom". Excitação seguida de relaxamento, euforia, problemas com o tempo e o espaço, falar em demasia e fome intensa. Palidez, taquicardia, olhos avermelhados, pupilas dilatadas e boca seca. Prejuízo da atenção e da memória para fatos recentes; algumas pessoas podem apresentar alucinações, sobretudo visuais.

    Diminuição dos reflexos, aumentando o risco de acidentes

    Em altas doses, pode haver ansiedade intensa; pânico; quadros psicológicos graves (paranóia).

    O uso contínuo prolongado pode levar a uma síndrome amotivacional (desânimo generalizado).

    Alucinógenos Substâncias extraídas de plantas ou produzidas em laboratório. LSD (ácido lisérgico, "ácido", "selo", "microponto"),

    psilocibina (extraída de cogumelos) e
    mescalina (extraída de cactos).

    Efeitos semelhantes aos da maconha, porém mais intensos.

    Alucinações, delírios, percepção deformada de sons, images e do tato.

    Podem ocorrer "más viagens", com ansiedade, pânico ou delírios.
    Ecstasy (metileno-dióxi-
    metanfetamina)
    Substância sintética do tipo anfetamina, que produz alucinações. MDMA, "êxtase", "pílula do amor". Sensação de bem-estar, plenitude e leveza. Aguçamento dos sentidos.

    Aumento da disposição e resistência física, podendo levar à exaustão.

    Alucinações, percepção distorcida de sons e images.

    Aumento de temperatura e desidratação, podendo levar à morte.

    Com o uso repetido, tendem a desaparecer as sensações agradáveis, que podem ser substituídas por ansiedade, sensação de medo, pânico e delírios.

     

     

     

    Álcool e Condução

    Observa as 2 animações e verifica as diferenças de comportamento,quer como peão quer como condutor, devido ao álcool.

    Fonte: Understanding Alcohol

  • publicado por ana às 15:35
    tags:

      Como a anorexia afecta o teu corpo?

     
     
     

    Elaborado a partir de material do US Department of Health and Human Services.

    publicado por ana às 15:27

     

    Mapa interactivo da Europa

    Mapa virtual da Europa. Escolhe um país ou região da Europa. Utiliza as ferramentas de navegação e zoom para conheceres e descobrires melhor a diversidade da Europa e obteres informações sobre as suas cidades.

    aqui

     

     

    Europa

     

     Quizz UE - 100 Perguntas e Respostas (Nível I) (3,6MB)

     A Bandeira da UE


     O Hino Europeu

       

             A Moeda Europeia

      
     
    O Dia da Europa
      O Lema Europeu
    Parlamento Europeu em movimento...  A União Europeia e os seus países 

     Como nasceu? (913KB)

     Como funciona? (1,39MB)
     
     Que direitos temos nesta equipa? (890KB)

     

     
     O que significa viver num país da UE? (903KB)

     

     

    MapaMapa interactivo da União Europeia - países membros, novos membros e candidatos até 2007

     

     

     

    home

    publicado por ana às 14:53
    tags:

    posts recentes

    A Cidadania de A a Z

    ...

    arquivos
    pesquisar
     
    Posts mais comentados
    comentários recentes
    A fundação da Juventude está a promover um Concurs...
    Faz algum sentido meterem um jogo de sinais de trâ...
    subscrever feeds
    mais sobre mim
    Curiosidades
    Sabias que... Mesmo que se colocassem barragens em todos os rios do mundo ou turbinas eólicas em todos locais com vento, isso não bastaria para alimentar as necessidades energéticas de todo mundo. No entanto, bastaria cobrir 1,5 % da Europa com painéis fotovoltaicos para o conseguir.
    blogs SAPO